localdocrime
quinta-feira, junho 20, 2019
  O DESAFIO DOS ENIGMAS - edição de 20 de junho de 2019
O DESAFIO DOS ENIGMAS NO XVI CONVÍVIO DA TLP 
O restaurante Sabores de Sintra, em São Pedro de Sintra, foi palco da entrega dos prémios das nossas competições (torneio “Solução à Vista!” e concurso “Mãos à Escrita!”) iniciadas em maio de 2018 e concluídas em fevereiro último. A “cerimónia” decorreu no âmbito do XVI Convívio da Tertúlia Policiária da Liberdade (TPL), que reuniu, no passado dia 19 de maio, 29 membros da família policiária nacional oriundos de Leiria, Santarém, Grande Lisboa, Almada e Setúbal. Antes da consagração dos “detetives” que se destacaram pela sua performance como solucionistas e produtores, assistiu-se a alguns momentos de grande emoção e sã camaradagem.
Cerca de trinta minutos antes da hora marcada para a concentração dos policiaristas, já os primeiros convivas trocavam cumprimentos e abraços à porta do restaurante. Lá dentro, alguns dos membros do “núcleo duro” da TPL ultimavam os preparativos do evento. Na cozinha, a chef Deolinda dava as indicações necessárias à sua laboriosa equipa para que à hora prevista começasse a ser servido o repasto. E, como sempre, não podia ser melhor: entradas várias, arroz de tamboril, espetada de carne à madeirense, fruta e doces variados, águas, vinho tinto e branco, café e... uma “poncha à maneira”! E as conversas à mesa escorriam de forma natural e saborosa. 
Após a sobremesa, a TPL começou por evocar os seis meses do desaparecimento do confrade Pedro Paulo de Faria, cabendo ao seu companheiro e amigo António Raposo ler o que chamou de “Ladainha em memória de Pedro de Faria”: “Este é o primeiro e não será o último convívio onde falta a presença do nosso saudoso amigo e confrade Pedro de Faria, que para nós foi sempre o NOVE, mesmo quando mais recentemente alterou [o pseudónimo] para Verbatim. Este foi o primeiro a que ele faltou, dos quinze já efetuados, e por isso a sua cadeira está vazia, marcando a ausência saudosa. A nossa homenagem será breve mas sincera.” De seguida, o ator Rui Mendes passou a ler uns versos inspirados num conhecido poema de David Mourão Ferreira:

Há-de vir um convívio e será o primeiro 
Em que se veja a mesa o seu lugar vazio. 
Há-de vir um convívio e será o primeiro 
Que o irão lembrar de um modo nítido. 
Há-de vir um convívio e será o primeiro 
Em que alguém, em voz alta, o recordará saudoso. 
Há-de vir um convívio e será o primeiro 
Em que se ponha em livro os escritos do Pedro. 
Há-de vir um convívio e será o primeiro 
Em que só a saudade ficará connosco. 
Há-de vir um convívio e será o primeiro 
Em que só as palavras amigas façam sentido.

Após este emotivo momento, que muito sensibilizou amigos e familiares do homenageado, procedeu-se à distribuição por todos os convivas de uma publicação, em quatro volumes, com os problemas policiários produzidos por Nove/Verbatim entre 1997 e 2018. Esta edição da TPL, coordenada por Fátima Correia/Detetive Jeremias, recorda ainda o riquíssimo palmarés do saudoso policiarista, que se destacou como decifrador e produtor, conquistando o título de campeão nacional nas duas vertentes, nos anos 2001/2002 e 2003-2004 (decifração) e 2013 (produção), para além de outras distinções alcançadas em diversos torneios e concursos. 
Sob a mesma “chancela” (Edições Fora da Lei) e também com mesma coordenação editorial, foi depois distribuído pelos convivas a edição de 2019 do “Borda d’Água do Conto Curto”, que reúne um conjunto de micronarrativas inspiradas em cada um dos doze meses do ano da autoria de um grupo de doze “escritores” da tribo policiária nacional (A.B.Rótea, Filipa Wilson, Cris, Peter Pan, A. Raposo, Rigor Mortis, Inspetor Moscardo, Búfalos Associados, Zé, Inspetor Boavida, Jartur e Detetive Jeremias). Com esta publicação, em forma de separata, foi possível conhecer uma saudação poética ao convívio e aos convivas do (ausente) João Artur Mamede (o veterano Jartur!), que mereceu uma divertida resposta (também ela) rimada da TPL. 
Foi já num ambiente mais descontraído (e de festa!) que o confrade setubalense Ricardo Azevedo, mais conhecido no meio policiário e literário como A.B.Rótea, brindou os convivas com a oferta de um exemplar do seu livro “O Desafio ao Inspector Rick”, recentemente editado pela Chiado Books, que pode ser adquirido nas Lojas Fnac e nas livrarias Bertrand. O livro esteve, entretanto, também à venda na Feira do Livro de Lisboa, que este ano decorreu entre 29 de maio e 16 de junho, no Parque Eduardo VII (no dia 11 de junho, o autor marcou presença num dos stands do certame para autografar a obra e conversar com os seus potenciais leitores).
A última etapa do XVI Convívio da TPL viria a ser preenchida, quando a tarde já ia longa, com a entrega dos prémios das competições realizadas pela secção O Desafio dos Enigmas. Antes, porém, o orientador da secção (há três anos presente no jornal AUDIÊNCIA GP!), começou por recordar que as iniciativas levadas a cabo podem também ser seguidas através do blogue Local do Crime (localdocrime.blogspot.com) e do site Clube de Detetives (clubededetectives.pt), e convidou os presentes a alargar o pelotão de participantes que animarão a edição de 2019 do torneio de decifração “Solução à Vista!”, que arrancou no dia 5 de junho.

CLASSIFICAÇÕES E PRÉMIOS DE 2018-2019 
Torneio de Decifração “Solução à Vista!” 
1º. Detetive Jeremias: Taça Audiência GP. 
2º. Daniel Falcão (1): Taça Natércia Leite. 
3º. Bernie Leceiro (2): Taça Severina. 
4º. Airam Semog (2): Taça MedVet.
5º. Inspetor Mucaba (3): Medalha. 
6º. Zé de Mafamude (3): Medalha. 
7º. Madame Eclética (3): Medalha. 
8º. Ma(r)ta Hari (3): Medalha. 
9º. Rigor Mortis: Medalha.
10º. Bigode: Medalha.

Concurso de Produção “Mãos à Escrita!” 
1º. Búfalos Associados: Taça M Constantino. 
2º. Bernie Leceiro (2): Taça Zé da Vila.
3º. Verbatim: Taça Mário Campino. 

(1) – prémio a entregar em Braga; 
(2) – prémios a entregar em Leça da Palmeira; 
(3) – prémios entregues em Gaia.
 
quarta-feira, junho 05, 2019
  O DESAFIO DOS ENIGMAS - edição de 5 de junho de 2019
ARRANCA HOJE O TORNEIO “SOLUÇÃO À VISTA! – 2019”
Expirado o prazo de receção de originais, o concurso de produção de enigmas policiais “Mãos à Escrita! - 2019” registou a participação de nove autores. A estes junta-se um problema extraconcurso de Inspetor Boavida, pelo que, desta forma, são dez as provas que constituem o torneio de decifração “Solução à Vista! - 2019”, durante o qual serão decididos os problemas vencedores dos prémios de produção em disputa (Troféu Pedro Paulo Faria, Taça Nove e Taça Verbatim). Essa decisão será tomada em função da média pontual atribuída pelos participantes do torneio de decifração e pelo orientador da secção, que dispõem de entre 5 a 10 pontos para atribuir a cada enigma concorrente, tendo em conta a sua originalidade e grau de dificuldade. 
Os enigmas em avaliação são da autoria de Daniel Gomes, Rigor Mortis, Bigode, A. Raposo, Búfalos Associados, Daniel Falcão, Abrótea, Bernie Leceiro e Detetive Jeremias, com publicação no dia 5 de cada mês, por esta ordem, a partir de hoje, no jornal Audiência GP, no blogue Local do Crime (localdocrime.blogspot.com) e no sítio Clube de Detectives (clubededetectives.pt). A avaliação dos enigmas será feita pelos “detetives” da seguinte forma: na apresentação da solução da segunda prova do torneio de decifração, atribuirão a pontuação da primeira prova; na apresentação da solução da terceira prova, atribuirão a pontuação da segunda prova; e assim sucessivamente. Ou seja: os pontos a atribuir ao enigma que constitui a primeira prova, que hoje publicamos, acompanharão as propostas de solução relativas à segunda prova.

TORNEIO “SOLUÇÃO À VISTA!”        
Prova nº. 1            
“Abílio Vai à Bola”, de Daniel Gomes
O agente Abílio nunca foi um grande apreciador de futebol, tanto como espectador ou como praticante. É certo que chegou a dar alguns toques na bola quando era miúdo, mas com a idade foi perdendo o gosto pelas peladinhas entre amigos e há muito que não entra sequer num estádio de futebol. Mas hoje é um dia muito especial. O clube da sua terra natal conseguiu ultrapassar várias eliminatórias da Taça de Portugal e recebe agora, no seu velhinho estádio, uma das grandes equipas do futebol luso. O jogo começou há poucos minutos e ainda está muita gente a entrar no estádio, que se encontra quase à pinha. O ruído é ensurdecedor. As bandeiras agitam-se. O povo grita.
(…) 
A equipa da casa está a ser completamente esmagada por um ataque demolidor da turma adversária, que a remete totalmente para o seu meio campo. Porém, miraculosamente, a bola não entra. Bolas na trave já foram mais de dez! O guarda-redes defende tudo. Com os pés, com os ombros, com a cabeça, com as mãos abertas e de punhos de cerrados. O ponta-de-lança dos visitantes acabou agora mesmo de cabecear para o canto superior direito da baliza e o guardião foi lá desviar a bola com a ponta dos dedos, deixando a sua claque em delírio. Os cânticos não cessam. Abílio também está eufórico. Tenta falar com os seus parceiros do lado, mas mal se ouve. E grita: Quanto falta para o intervalo? 
(…)
Ouve-se o apito do árbitro e as equipas rumam então aos balneários, no meio de um coro de assobios, vaias e insultos. Nem a mãe do juiz de campo escapa à frustração dos adeptos da turma visitante! O agente Abílio aproveita a pausa na partida para se refrescar com uma garrafa de água fresca. A seu lado, um rapaz da terra comenta o jogo com vários amigos e afirma que a sua equipa tem de ganhar, nem que seja preciso invadir o campo. Um sujeito mais velho acerca-se dos jovens e pede-lhes contenção, apesar de perceber a importância da passagem à próxima eliminatória da Taça para os cofres do clube, defendendo porém que a verdade desportiva deve ser preservada.
(…) 
O jogo recomeça e tudo volta a ser como antes, com a equipa visitante a massacrar a turma adversária, com todos os jogadores dentro do meio campo dos locais, à exceção do guarda-redes contrário. As boas jogadas junto à baliza sucedem-se mas a bola não entra, por intervenção direta dos defesas ou por qualquer capricho dos deuses do futebol. Os cruzamentos em chuveirinho para a pequena área repetem-se e o resultado dos cabeceamentos terminam invariavelmente na barra, nos postes ou nas mãos do guardião. Os remates rasteiros, a meia altura, com mais ou menos efeitos, de trivela ou em arco, têm sempre o mesmo desfecho. E as redes mantêm-se invioladas!
(…)
Passaram mais de quarenta e cinco minutos e tudo se mantém inalterado, como até aqui. A bola é rematada já dentro da pequena área e só não entra por um qualquer milagre, que só os crentes podem explicar, e acaba invariavelmente nas mãos do guarda-redes da casa. Este levanta-se, com esforço, vê um seu companheiro de equipa completamente isolado, não existindo qualquer jogador entre ele e o guarda-redes adversário, e lança-lhe a bola com as forças que lhe restam. A receção do atacante não é a melhor, mas, a custo, lá consegue dominar a bola. E depois de uma correria desenfreada, faz um belo chapéu ao guarda-redes, que se encontra adiantado, anichando-se a bola nas redes.
Instala-se um tremendo sururu, com as claques defendendo pontos de vista opostos, perante a hesitação manifesta do árbitro. Os adeptos da equipa da casa gritam “golo”, a plenos pulmões, pulam e agitam bandeiras e cachecóis. Os apoiantes da turma adversária clamam esbaforidos por “fora de jogo”. E o juiz da partida mantém-se indeciso, desnorteado, sem saber o que fazer. O árbitro toma finalmente a decisão acertada, o que faz com que os ânimos se exaltem ainda mais, acabando quase tudo à pancada nas bancadas. E só não há invasão de campo porque o agente Abílio, apoiado por colegas da GNR local, salta para o relvado e evita várias tentativas nesse sentido. 
O que decidiu, afinal, o árbitro?
A – Invalidou o golo.
B – Invalidou o golo e puniu o atacante com cartão amarelo. 
C – Validou o golo. 
D – Validou o golo e puniu o guarda-redes com cartão amarelo.

DESAFIO AO LEITOR 
O que se pede é que o leitor não se limite a indicar a alínea que considera certa, mas que justifique a sua escolha através de relatório o mais circunstanciado possível a enviar para o orientador da secção até ao próximo dia 30 de junho, através de um dos seguintes meios:
- por correio postal, para AUDIÊNCIA GP / O Desafio dos Enigmas, rua do Mourato, 70-A – 9600-224 Ribeira Seca RG – São Miguel – Açores;
- por correio eletrónico, para salvadorpereirasantos@hotmail.com.
E, já sabe, não se esqueça de identificar a solução enviada com o seu nome (ou com o pseudónimo adotado).


 
enigmas e contos policiais

ARCHIVES
07/01/2003 - 08/01/2003 / 08/01/2003 - 09/01/2003 / 09/01/2003 - 10/01/2003 / 10/01/2003 - 11/01/2003 / 11/01/2003 - 12/01/2003 / 12/01/2003 - 01/01/2004 / 01/01/2004 - 02/01/2004 / 02/01/2004 - 03/01/2004 / 03/01/2004 - 04/01/2004 / 04/01/2004 - 05/01/2004 / 05/01/2004 - 06/01/2004 / 06/01/2004 - 07/01/2004 / 07/01/2004 - 08/01/2004 / 09/01/2004 - 10/01/2004 / 10/01/2004 - 11/01/2004 / 11/01/2004 - 12/01/2004 / 12/01/2004 - 01/01/2005 / 01/01/2005 - 02/01/2005 / 02/01/2005 - 03/01/2005 / 03/01/2005 - 04/01/2005 / 04/01/2005 - 05/01/2005 / 05/01/2005 - 06/01/2005 / 02/01/2007 - 03/01/2007 / 04/01/2007 - 05/01/2007 / 07/01/2007 - 08/01/2007 / 09/01/2007 - 10/01/2007 / 10/01/2007 - 11/01/2007 / 12/01/2007 - 01/01/2008 / 04/01/2008 - 05/01/2008 / 05/01/2008 - 06/01/2008 / 06/01/2008 - 07/01/2008 / 09/01/2008 - 10/01/2008 / 01/01/2009 - 02/01/2009 / 02/01/2009 - 03/01/2009 / 05/01/2009 - 06/01/2009 / 11/01/2016 - 12/01/2016 / 12/01/2016 - 01/01/2017 / 01/01/2017 - 02/01/2017 / 02/01/2017 - 03/01/2017 / 03/01/2017 - 04/01/2017 / 04/01/2017 - 05/01/2017 / 05/01/2017 - 06/01/2017 / 06/01/2017 - 07/01/2017 / 07/01/2017 - 08/01/2017 / 08/01/2017 - 09/01/2017 / 09/01/2017 - 10/01/2017 / 10/01/2017 - 11/01/2017 / 11/01/2017 - 12/01/2017 / 12/01/2017 - 01/01/2018 / 01/01/2018 - 02/01/2018 / 02/01/2018 - 03/01/2018 / 03/01/2018 - 04/01/2018 / 04/01/2018 - 05/01/2018 / 05/01/2018 - 06/01/2018 / 06/01/2018 - 07/01/2018 / 07/01/2018 - 08/01/2018 / 08/01/2018 - 09/01/2018 / 09/01/2018 - 10/01/2018 / 10/01/2018 - 11/01/2018 / 11/01/2018 - 12/01/2018 / 12/01/2018 - 01/01/2019 / 01/01/2019 - 02/01/2019 / 02/01/2019 - 03/01/2019 / 03/01/2019 - 04/01/2019 / 04/01/2019 - 05/01/2019 / 05/01/2019 - 06/01/2019 / 06/01/2019 - 07/01/2019 / 07/01/2019 - 08/01/2019 / 08/01/2019 - 09/01/2019 /


Powered by Blogger